domingo, 27 de dezembro de 2009

AVATAR

AVATAR (26/12)


.


Não costumo assistir à obras de ficção. Mas fiquei interessado neste pelas indicações ao Oscar, pelo recorde na produção e pelos efeitos em 3d.

O filme se passa em 2153 e mostra um grupo americano explorando o planeta Pandora. Cientistas conseguem projetar-se em um corpo semelhante ao dos habitantes locais, para em meio a eles, aprender sua cultura. A ideia é ganhar a confiança dos nativos para perceber seus pontos vulneráveis e explorar determinado minério local.
Um dos americanos, que se submete à experiência em lugar do irmão gêmeo morto, acaba se apaixonando por uma habitante local.

O poder e a ambição contra a cutura, a vida e o respeito à natureza. Pode ser traçado um paralelo atual com nossa Amazônia.
O filme esboça uma referência à guerra americana no oriente, na fúria do comandante local que não mede esfoços para atingir seus objetivos.

Bárbaros efeitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário